Resenha: A Primeria Fuga

 Livro: A Primeira Fuga - DoppleGanger - Vol. 1

Autor(a):  G. P. Taylor
Editora: Geográfica Editora
Ano:  2014
Páginas: 288
Sinopse: Skoob 
Gênero(s): Mistério, Infantil.


 Avaliação: 
 Olá pessoal, hoje vim resenhar um livro infantil, mas que é muito interessante e que é digno de uma atençãozinha!


 A Primeira Fuga vai narrar a história de duas irmãs gêmeas órfãs, Saskia e Sadie. Quando em um dia Saskia é adotada por uma mulher rigorosa e misteriosa, Sadie se sente sozinha da irmã. Durante toda a narrativa vamos acompanhar muitos mistérios e fatos a serem descobertos a respeito de muitos dos personagens envolvidos.

 Bem, sou meio suspeito para falar deste livro, pois sou um grade fã de mistério e coisas do gênero, ainda mais quando conseguem se misturar com teorias religiosas, o que deixa ainda mais incrivel, o livro é bem irreverente e muito rápido de se ler, é incrivel como me fez refletir e como me deixou tão animado e tão nostálgico, em muitos momentos, não sei bem o porque, me vi pensando nos Baudelaire, de “Desventuras em Série”, talvez pelo sofrido, ou até pela grande quantidade de inteligencia e o jeito de como me cativou por parte de ambas personagens, que mesmo sendo irmãs, são um pouco diferentes.

 O tema não é tão popular, mas foi uma boa inserção para mim, uma mistura de mistério de época, religiosidade, tudo o que já é bom, só que junto, o jeito como o autor fez isso foi fantástico e como ele conseguiu juntar tudo isso e ainda passar uma mensagem foi mais fantástico ainda.

 Recomendo para todas as idades, mesmo sendo um livro Infantil, principalmente para aqueles que são ligados com alguma religião, que independente disso, possamos ver que o que vale mesmo é o amor ao próximo. É uma leitura que vale todo segundo de sua atenção!

 O fato de ser comparado com Lewis ou com J. K. Rowling é um grande absurdo, até mesmo porque o livro leva um caminho diferente, com um público alvo diferente, até mesmo os gêneros são diferentes, se for comprar levando em mente as comparações vai ter uma grande decepção.


O livro é extremamente bonito, com páginas pretas e com uma arte incrível, ele foi escrito do que eles chamam de "Aventura Ilustrada", que é uma mistura de livro com quadrinhos e com gravuras, que são espalhadas por todo o livro e que também deixa a leitura mais suave e animada. A Obra foi escrita por um pastor Anglicano, que com certeza, soube trabalhar com os gêneros propostos, além de não ser tão fácil encontrar obras com essa qualidade e com esse tema no mundo religioso.

 Bem, é isso, espero que tenham gostado e até a próxima!

1 comentários:

  1. Oi Julio, tudo bem? Adoro livros infato-juvenis, e gostei muito da premissa desse! Livros com mistério, suspense, policiais... É o meu gênero favorito com certeza. Vou colocar esse na minha lista de 2016.

    Adorei a resenha, parabéns!
    Bjs,

    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginasblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir