Resenha: Laços de Familia

Livro: Laços de Família
Autor(a): Clarice Lispector
Editora: Rocco
Ano: 1998
Páginas: 135
Sinopse: Skoob
Gênero(s): Contos

Em Laços de Família, Clarice Lispector percorre a fundo os sentimentos das mulheres e durante a leitura, às vezes, a angústia atravessa o coração do leitor.
Ela produz uma narrativa que mostra o interior dos personagens. Existem poucas narrações sobre o ambiente externo, mas ele só é levado em conta quando envolve o interior do personagem.

Clarice mergulha fundo no inconsciente dos personagens e usa o pensamento do leitor para escrever os 13 contos desta obra prima da literatura brasileira.
Ela retrata com fidelidade os pensamentos dos personagens, muitos deles nos afetam, mas não temos coragem de expô-los porque eles não são convencionais.
Em “Devaneio e embriaguez duma rapariga” uma mulher resolve ficar na cama pensando na vida enquanto seus filhos não estão em casa. Neste período, ela reflete sobre a sua vida. Quando os meninos voltam tudo adquire ares de normalidade. Agora, eu pergunto a você leitora: Você já se sentiu assim quando suas crianças saem de casa? Aquela vontade de deixar tudo correr, que nada vale a pena e que você pode fazer exatamente o que você quiser sem ter “o peso” de atender a tudo e a todos e ser a mulher perfeita? Pense nisto.

Em “Amor” um dos contos mais badalados do livro, Ana sai de casa durante a tarde, quando seus filhos estão na escola, e vai fazer compras. Na volta, dentro do bonde, ela olha um cego mascando chiclete. Esta imagem, aparentemente comum, faz Ana repensar a sua vida. Ela reavalia sua existência como ser humano e sente que se acomodou com a sua trajetória burguesa de cuidar de casa, dos filhos e do marido. Ela começa a pensar se realmente sua vida vale a pena e se o tempo está sendo ocupado para fazer o que ela realmente gosta ou deseja.

Torno a perguntar: Quantas vezes você sentiu que a vida é curta e que está passando e você não está aproveitando cada momento? Quantas vezes você teve vontade de deixar tudo de lado e viver uma nova vida?
Enfim, os contos fazem com que o leitor reflita sobre o seu interior, atitude rara em uma época em que vivemos atolados de compromissos e temos pouco tempo para pensar na nossa existência como ser humano. Esta é uma das qualidades dos textos de Clarice Lispector, eles nos fazem refletir.

17 comentários:

  1. Oi, Vanessa!

    Clarice Lispector é uma escritora de renome e faz juz ao seu nome.
    Seus livros são singelos e reflexivos, conforme você mesma disse!
    Parabéns pela resenha. Gostei muito!

    Beijos!
    Danny
    Participe do sorteio #outubrorosa no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada. Fico muito feliz com seu comentário. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá :) Gostei muito da sua resenha, fez eu ficar com vontade de ler, ;) sem dúvida, trata-se de um livro que nos faz refletir e pensar sobre nossa vida, gosto bastante de livros com essa temática. Ainda não tive oportunidade de ler livros da Clarice Lispector, mas sinto muita curiosidade. :) Beijão!
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks/

    ResponderExcluir
  4. sou apaixonada pelos devaneios de Lispector, mas ainda não tive chance de ler Laços de Família. Interessante essas questões que ela levanta nos contos e que faz o autor refletir...

    ResponderExcluir
  5. Oieee, gosto muito de livros de contos, acho eles mais pessoais sabe?
    Nunca li esse livro da Clarice :( O conto do cego deve ser muito lindo, refletir nossa própria vida.. deveriamos fazer com mais frequência.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  6. Olá; gostei muito da resenha. Pode ser difícil encontrar um equilíbrio entre o que queremos ser e nossas obrigações diárias, mas é preciso buscá-lo, se queremos que a vida valha a pena.

    ResponderExcluir
  7. Por mais que já li contos, confesso que esse gênero não se encaixa muito comigo! Mas até que tem muitas histórias ótimas nesse estilo de literatura e espero que os autores me surpreendam... Confesso que esse livro não me chamou tanto atenção, mas quem sabe um dia eu não leia.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Nunca li nada da Clarice, o que é uma vergonha! Mas tenho muita curiosidade de conhecer a escrita da autora!
    Achei interessante a premissa desse livro e os temas que os contos abordam, então fiquei interessada.

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu nunca li nenhuma obra da Clarice, mas já li tantos trechos magníficos de livros dela, que fico louca para conhecer a escrita da autora.
    Adorei sua resenha e acho que vou começar por esse livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Primeiro queria falar que o seu blog está com uma carinha linda, sério, ta muito fofo *-* E sobre o livro, eu nunca tinha lido nada sobre ele, mas fiquei curiosa e espero um dia ter a oportunidade de ler também.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Minha mãe adora os livros dela, eu lembro que li A Hora da Estrela quando a minha mãe estava na faculdade anos atrás, mas desde então não peguei nenhum dela pra ler ainda.
    Espero ter a chance de ter esses.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  12. PERFEITO!
    Sou apaixonada pela escrita da Clarice, geralmente, eu a releio todo ano, a gama de significados da obra dela parece interminável <3

    ResponderExcluir
  13. Olá! Fico me remoendo de vontade de ler as obras da Clarice Lispector, mas ainda não tive a oportunidade. Apenas algumas frases soltas ali, algum trecho aqui. Não tenho dúvidas que esse livro deve ser muito bom.

    http://umreinomuitodistante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, flor.
    Li vários contos desse livro e quero-o demaaaaais. Ainda não o adquiri, mas pretendo comprar todas as obras da autora. Enfim, deixando meus devaneios de lado, adorei ler sua resenha e ver a profundidade da sua reflexão durante a leitura. Acho que uma autora como a Clarice tem uma sensibilidade que transborda as palavras… Ela nos alcança e nos faz questionar como nos sentimos diante das circunstâncias e se nossas reações a elas nos ajudam ou apenas atrapalham.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Hey,
    Tenho muita vontade de ler esse livro da Clarice. Ele parece transmitir sentimentos que realmente nos afetam todos e parece fazer isso de uma forma única, que nos faz refletir assim como fez com você. Quero muito ler mesmo.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  16. Adorei sua resenha, especialmente porque concordo com ela. As sensações e os questionamentos, eu os tive e ainda tenho. Eu penso que ler um livro que te acrescenta, que te faz pensar. E eu tenho pensado exatamente nisso, em abandonar tudo e tentar uma vida nova rs.
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi!
    Nunca li nada da autora, mas achei esse livro de contos bem interessante, principalmente pelo tema que aborda.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir