Resenha - Livro Melancia



Livro: Melancia
Autor(a): Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Ano: 2012
Páginas: 490

Avaliação: 



Sinopse: Foi demais da conta para Claire o dia do nascimento da sua filha. Ao acordar no quarto do hospital depara com o marido olhando-a na cama. Deduzindo tratar-se de algum tipo de sinal de respeito, ela nem suspeita de que ele soltará a notícia da sua iminente separação: “Ouça, Claire, lamento muito, mas encontrei outra pessoa e vou ficar com ela. Desculpe quanto ao bebê e todo o resto, deixar você desse jeito...” Em seguida, dá meia-volta e deixa rapidamente o quarto. De fato, ele sai quase correndo. Com 29 anos, uma filha recém-nascida nos braços e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais da gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Não tendo nada melhor em vista, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; uma mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e um pai à beira de um ataque de nervos. Depois de muitos dias em depressão, bebedeira e choro, Claire decide avaliar os prós e contras de um casamento de três anos. E começa a se sentir melhor. Aliás, bem melhor. É justamente nesse momento que James, seu ex-marido, reaparece, para convence-la a assumir a culpa por te-lo jogado nos braços de outra mulher. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.. 


Nesse livro, conhecemos a Claire, ela é abandonada pelo marido ainda na maternidade, quando acaba de ganhar neném. Devido a isso ela passa por uma depressão horrível, quando volta para sua cidade natal e vai morar outra vez na casa de seus pais.

A familia Walsh, é bem engraçada, tipica família comum, com problemas comuns. O tempo passa e Claire, finalmente resolve seguir com sua vida, e nesse meio tempo ela conhece Adam. Ele é mais jovem do que ela, e por medo do que os outros vão pensar, ela não o aceita no inicio.

Após vários acontecimentos finalmente ela começa a se relacionar com Adam, mas ai o inesperado acontece, seu ex marido quer tentar uma reconciliação (dá pra acreditar?).

Vejo várias pessoas elogiarem esse livro, mas sinceramente, não consegui sentir emoção nenhuma ao ler. A narração é boa, a leitura é fácil, mas o livro não me prendeu. Não consegui torcer pela personagem, apesar dela ser engraçada.

Existem outras publicações da autora que tenho vontade de ler, espero que na próxima escolha de um livro dela, eu consiga me animar com a leitura.

Vocês já leram esse livro? O que acharam? Tem algum outro livro desta autora pra me indicar?

Beijos!

0 comentários:

Deixe seu comentário