Resenha - A Ascensão dos Nove


Livro: A Ascensão dos Nove
Autor(a): Pitacus Lore
Editora: Intrinseca
Ano: 2012
Páginas: 287

Avaliação: 



Sinopse: Antes de encontrar John Smith - o Número Quatro -, a Número Seis estava sozinha, lutando e se escondendo para continuar viva. Juntos, eles eram bastante poderosos. Mas precisaram se separar para localizar os demais lorienos sobreviventes.Seis foi até a Espanha em busca da Número Sete e encontrou mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar de Lorien. Ella é mais jovem que os outros, mas igualmente corajosa. Juntas, elas partem em uma jornada pela Índia, movidas por boatos que talvez as levem a outro lorieno.Ao mesmo tempo, Quatro e Nove ainda se recuperam da fuga da caverna dos mogadorianos, em West Virginia, e travam uma briga particular: John se culpa por ter abandonado seu melhor amigo, o humano Sam Goode, e Nove menospreza a lealdade de John e o acusa de não se dedicar ao que deveria ser o principal propósito deles: destruir Setrákus Ra e vencer a guerra contra os mogs.Seis foi até a Espanha em busca da Número Sete e encontrou mais do que esperava: um décimo membro da Garde, que conseguiu escapar de Lorien. Ella é mais jovem que os outros, mas igualmente corajosa. Juntas, elas partem em uma jornada pela Índia, movidas por boatos que talvez as levem a outro lorieno.Ao mesmo tempo, Quatro e Nove ainda se recuperam da fuga da caverna dos mogadorianos, em West Virginia, e travam uma briga particular: John se culpa por ter abandonado seu melhor amigo, o humano Sam Goode, e Nove menospreza a lealdade de John e o acusa de não se dedicar ao que deveria ser o principal propósito deles: destruir Setrákus Ra e vencer a guerra contra os mogs. 


Atenção esta resenha pode conter spoilers dos livros anteriores Eu Sou o Número Quatro, O Poder dos Seis.

Neste terceiro livro da série a narração é feita pelo Numero Quatro, Seis e Sete.

Quatro e nove passam a maior parte do tempo discutindo, já que John se sente culpado por Sam ter sido capturado pelos mogadorianos. Enquanto isso Seis, Sete, Ella (dez) e Clayton estão na India a procura do numero oito. Eles passam por diversas dificuldades até finalmente encontra-lo.
O numero oito possui legados incríveis, o que dá mais entusiasmo a historia, além de ajudar o grupo.

No meio das birras entre Quatro e Nove, eles descobrem que o FBI está ajudando os Mogadorianos.

Agora que encontraram oito, Seis, Sete, Ela e Clayton procuram voltar para encontrar Quatro e Nove, porém um grande acontecimento vai mudar os rumos desta historia.

Pessoal, esse livro é o mais fraco dos três até agora. Eu acho que se essa serie terminasse em uma trilogia, estaria de bom tamanho, mas segundo informações serão seis livros no total.

Na minha opinião teve muita enrolação no livro, pois eles dão muita ênfase nas brigas de Quatro e Nove. A parte mais legal deste livro é quando eles encontram o numero Oito, e descobrem legados surpreendentes. No meio do livro as coisas começam a melhorar e a ação e as lutas que tanto esperava acontece. E o final então, te deixa com aquele gostinho de quero mais.

Mesmo esse livro sendo fraco em relação aos outros, recomendo a leitura até para ficarmos por dentro do que acontece, para entendermos melhor o próximo livro.

Recomendo a leitura, mas como disse anteriormente, deveria ser uma trilogia...

Espero que tenham gostado, até mais!!!

0 comentários:

Deixe seu comentário